6 Setembro, 2021 0 Comments

Fotografias com detalhe de 80000 Megapixels

Falamos da fabricante de webcams, EarthCam que produziu a maior e mais detalhada imagem de Nova York do mundo.

20 Abril, 2021 0 Comments

Já é possível observar a evolução da Terra nos últimos 37 anos

A Google anunciou que já é possível observar a evolução da Terra nos últimos 37 anos. Através do Google Earth e de um novo recurso intitulado de Timelapse, é agora possível observarmos muitas dessas mudanças que ocorreram no nosso Planeta ao longo de 37 anos, devido tanto às alterações climáticas como ao “nosso” comportamento no planeta.

 

Para explorares o Timelapse no Google Earth, tens apenas de aceder ao site e procurar pela barra de pesquisa. Estás pronto para assim escolher qualquer área do nosso planeta.

Até breve, saúde!
Jorge

 

25 Fevereiro, 2021 0 Comments

Quantas pessoas estão no espaço agora?

Talvez nunca tenhas pensado nisto, mas aqui vai: Sabes quantas pessoas estão no espaço agora?

É no site How Many People Are In Space Right Now ou na aplicação, apenas disponível para IoS, que ficamos a saber no momento o nome e as nacionalidades dos astronautas em órbita da Terra, mais concretamente na Estação Espacial Internacional. E neste momento são quatro americanos entre eles duas mulheres, mais dois russos e um japonês.

Olhando para a aplicação, People in Space, podemos ainda seguir os astronautas enquanto desenvolvem diversas tarefas em gravidade zero. Podemos ainda ver fotografias e vídeos disponibilizados pelos próprios astronautas. Se ativares notificações acabas por não perder nenhum acontecimento relevante, permitindo-te ainda, partilhar esse conteúdo nas tuas redes sociais.

Kate Rubins, 42 anos (USA) 134 dias no espaço

Sergey Ryzhikov, 46 anos (RUS) 134 dias no espaço

Sergey Kud-Sverchkov, 37 anos (RUS) 134 no espaço

Shannon Walker, 55 anos (USA) 102 dias no espaço

Victor Glover, 44 anos (USA) 102 dias no espaço

Mike Hopkins, 52 anos (USA) 102 dias no espaço

Soichi Noguchi, 55 anos (JAP) 102 dias no espaço

 

Um abraço a todo(a)s e muita saúde!
Jorge

18 Fevereiro, 2021 0 Comments

Radio Garden: Ouve rádios de todo o mundo ao estilo Google Earth

Esta é mais uma proposta “anti-confinamento”. Falo-te neste artigo da Radio Garden. Uma plataforma online muito ao estilo Google Earth que te permite ouvir estações de rádio de todo o mundo à medida que rodas o globo.

16 Fevereiro, 2021 0 Comments

OFERTA de Wallpaper | fevereiro 2021

Aí está a oferta de wallpaper deste mês. O tempo não dá descanso e vamos já em fevereiro de 2021.

Para quem subscreveu e se encontra na minha rede de contactos, já foi enviada a imagem. Trata-se de uma fotografia com a qualidade suficiente para a poderes usar como fundo do Ambiente de Trabalho, tanto em ambientes desktop como em tablets ou smartphonesA fotografia não tem qualquer marca d’água.

Em relação à fotografia, a mesma foi obtida num final de tarde a 27 de novembro do ano de 2017. Posso revelar alguns dados mais técnicos da imagem, como a abertura do diafragma a 7.1, a velocidade de obturação a 1/500 e o ISO 200. Quando falamos em ISO, falamos da sensibilidade à luz do sensor do equipamento fotográfico. Quanto maior o valor do ISO, principalmente quando existe pouca luz em redor, maior a possibilidade da fotografia ficar “nítida“. No entanto, valores altos no ISO, acima de 800 por exemplo, faz com que a fotografia comece a apresentar, ruído. Proximamente irei escrever sobre esta temática.

O local da imagem, Praia Fluvial do Poço Corga evidentemente. Há uma particularidade que me entristece de alguma forma. O facto de duas das árvores do lado esquerdo da imagem, não a das pontas mas as do meio, já não se encontrarem de pé atualmente. Dos quatro, penso que são Salgueiros Chorões, dois foram cortados / abatidos. Desconheço o motivo, mas como se pode ver na imagem em baixo, o Poço Corga ficou nitidamente mais pobre.

Esta imagem é datada de 26 de novembro de 2020, ou seja, três anos depois.

 

Já sabes, se pretenderes saber mais sobre máquinas fotográficas, objetivas, ou mesmo propor outros assuntos que gostarias que abordasse, podes utilizar a caixa de comentários em baixo.

 

Caso pretendas receber esta imagem, subscreve a newsletter aqui!

Aguardo o teu contacto!

Até já,
Jorge!

13 Fevereiro, 2021 0 Comments

Drive and Listen: Num carro ao som de uma rádio local sem sair de casa

Drive and Listen é um site “anti-confinamento”. Aqui, podes viajar de carro no lugar do pendura em diversas cidades do mundo e ao som de uma rádio local. Tudo isto sem sair de casa. Caso pretendas ainda ouvir o som ambiente do exterior, podes também fazê-lo estando essa opção disponível no lado direito do site.

Este é um projeto do estudante turco Erkam Şeker. No site estão reunidos vídeos de mais de 50 cidades de todo o mundo, incluindo por exemplo Lisboa. Podes no entanto “viajar” em cidades como Londres, Amesterdão, Praga, Roma, Istambul, Rio de Janeiro ou Buenos Aires entre muitas outras.

Existem vários projetos de viagens virtuais, como viagens a museus com a parceria da google, em comboio ou mesmo em caminhadas. O Drive and Listen é o que oferece, “ir a pendura” e ouvir rádio e/ou o ambiente exterior… em casa.

Acede aqui ao site Drive and Listen.

 

Espero que tenhas gostado deste conteúdo, mantém-te por casa e vai viajar com o Drive and Listen. 😀
Alguma dúvida ou sugestão que tenhas usa por favor a caixa de comentários em baixo! 🙏

Se não pretendes perder os próximos artigos, subscreve aqui a minha a newsletter.

Até já,
Jorge

26 Janeiro, 2021 0 Comments

Ingred, uma App para uma vida mais saudável

A App

Muito sucintamente, a aplicação Ingred vai de forma bastante rápida e simples, pesquisar pelos ingredientes numa embalagem, quer de cosmética quer de alimentos e imediatamente, dar-te a indicação se determinado ingrediente é bom ou mau. Caso recebas cor verde sobre o ingrediente então é tolerável, já a cor laranja indica-te que deves ter algum cuidado. Por fim a cor encarnada, vai indicar-te que esse ingrediente, é considerado perigoso.

 

Saúde e Qualidade de Vida

A qualidade de vida e a saúde são termos que são indissociáveis. Nos dias de hoje, com a pandemia que nos assola, podemos dizer que a saúde e ter saúde, é o objetivo mais importante para cada um de nós. Tanto a saúde física como mental. Temos de estar bem não só connosco, como também com a vida e todo o ambiente que nos rodeia. No fundo, estar em harmonia com a própria vida.

 

Alimentação em tempos de pandemia

Nós somos aquilo que comemos. Já todos ouvimos esta expressão. A própria DGS elaborou um manual para uma alimentação mais saudável em tempos de pandemia, não só para a população em geral como também para os mais idosos. Podes consultar aqui.

Fará todo o sentido portanto, enquanto percorres o supermercado a fazeres as tuas compras, fazeres também a leitura de rótulos que são na sua grande maioria, de enorme complexidade. O recurso a esta app, vai justificar-se pelo facto de te ajudar a entender e a interpretar melhor a qualidade dos produtos que vai comprar e assim praticares uma alimentação mais saudável.

 

Lista de ingredientes cosméticos baseadas em fontes como:

  • Ecoestética Red www.ecoestetica.org
  • Odile Fernández www.misrecetasanticancer.com
  • http://estrelladelasnieves.es
  • http://ecolisima.com
  • http://www.naturalsensia.com
  • http://wikibelleza.es
  • http://www.drlopezheras.com
  • Entre outros…

Lista de ingredientes alimentares baseada em fontes como:

  • UE, OMS, FAO, JECFA.
  • Serviço técnico do Instituto Nacional do Consumidor
  • Comité Conjunto de Peritos em Aditivos Alimentares
  • Comité Misto do Comité de Especialistas da FAO / OMS sobre Aditivos Alimentares
  • Entre outros…

 

Esta aplicação é gratuita e está disponível tanto para Android como iOS. Toda informação é apresentada com bastante responsabilidade, no entanto é muito provável que fiques de certa forma chocado(a) com algumas das substâncias que são colocadas em determinados produtos. Boas consultas e já sabes, mantém-te em casa por ti e pelos teus. 😀

Alguma dúvida que tenhas ou sugestão que queira fazer, usa a caixa de comentários em baixo! 🙏

 

Até já,
Jorge

 

 

23 Janeiro, 2021 0 Comments

Teletrabalho? Protege os teus dados!

Em maio passado escrevi sobre o teletrabalho, mais concretamente sobre o acentuar de uma tendência desta forma de relação entre trabalhador e empresa. Estávamos nós tal como agora, em regime de confinamento.

 

Hoje venho falar-te de dados e de como deves proteger não só os teus dados neste regime de teletrabalho, como também os da tua empresa. É necessário relembrar que com a pandemia e com o enorme aumento do teletrabalho, o cibercrime não ficou a ver a “banda passar”. Facto, empresas e colaboradores, não estavam preparados para esta mudança. Todos nos recordamos da plataforma Zoom. Tornou-se numa das plataformas de videochamadas mais populares durante a pandemia, mas com a sua reputação a ficar em causa devido aos imensos problemas de segurança que foi tendo. Mesmo a EDP, foi alvo de ataque informático em abril de 2020, tendo de vir a público dar explicações.

Portanto, neste contexto e neste regime de teletrabalho, em que recorremos fortemente a serviços de email, a serviços diversos na nuvem, vulgarmente conhecidas por clouds, assim como a videochamadas, torna-se necessário e fulcral que todas as ferramentas e / ou aplicações que utilizamos, estejam constantemente na sua última atualização. Mas então, que cuidados devemos ter?

  • Passwords mais complexas para a tua rede wi-fi. Usa letras tanto maiúsculas como minúsculas, assim como números, mínimo de oito caracteres.
  • Anti-vírus e restantes softwares / ferramentas / aplicações devidamente com a última versão instalada. Para solução anti-vírus e gratuita, sugiro o Kaspersky.
  • Não abras ou partilhes ligações de origem desconhecida e/ou duvidosa;
  • Não partilhes passwords, tanto no envio de emails como noutro qualquer tipo de comunicação escrita.
  • Tem a Firewall do computador ativa;
  • Por fim, guarda o teu trabalho mais vezes e faz cópias de segurança em mais que um local como a nuvem, pen drives ou discos externos.

 

Espero que tenhas gostado e caso estejas numa situação de teletrabalho, mantém-te em casa por ti e pelos teus. Alguma dúvida que tenhas, usa a caixa de comentários para comentar! 🙏

 

Subscreve aqui a minha a newsletter para não perderes os próximos artigos!

Até já,
Jorge

 

20 Janeiro, 2021 1 Comment

Requisitos básicos para uma fotografia profissional

Começo já este artigo, lançando uma questão. Será que para obteres uma fotografia profissional, necessitas de equipamento igualmente profissional? Certamente já fizeste esta questão em algum momento, talvez na aquisição de um novo equipamento, falo de uma nova máquina fotográfica. E por falar em aquisição de máquinas fotográficas, são os próprios fabricantes que categoricamente afirmam que os seus modelos mais caros, são os mais capazes na obtenção de melhores imagens e consequentemente, imagens “mais profissionais”.

Mas e afinal o que são fotografias profissionais, como podem estas ser consideradas profissionais? Existem alguns requisitos “básicos” que quando observamos uma imagem, devemos questionar:

  1. A fotografia está focada e apresenta nitidez?
  2. A fotografia não se encontra sub-exposta nem sobre-exposta?
  3. A fotografia apresenta uma composição equilibrada?
  4. A fotografia apresenta uma adequada profundidade de campo?
  5. O tema da fotografia está bem enquadrado?

No futuro irei falar sobre cada um destes aspectos, no entanto posso afiançar-te desde já o seguinte:
Uma fotografia profissional não está centrada na criação de “imagens perfeitas”, nem tão pouco no domínio de técnicas super elaboradas. É sim importante que conheças o teu equipamento e saibas usar os seus modos e recursos manuais, assim como algumas regras básicas da fotografia de forma a que te sintas confortável em todo o processo de obtenção da imagem.

 

Mas então qual o caminho para fazeres imagens profissionais?

O fotógrafo britânico David Bailey, disse o seguinte:

“Qualquer pessoa pode vir a tornar-se num fotógrafo fantástico. Para isso basta focar aquilo que ama.”

 

Como referi em cima, é importante que conheças o teu equipamento fotográfico e as suas funções manuais, mesmo que de um smartphone se trate. Tecnicamente, a única coisa que iremos manter na grande maioria das vezes, é deixar o foco da câmara em modo automático, mas, nunca fiando.

Seguidamente, inicias todo o processo de foco nas cinco respostas em cima elaboradas a cada fotografia que fazes. Pode parecer muito trabalhoso, de facto é. Mas com o treino, vais alcançar algo muito importante, algo que será apenas teu. A forma como TU vês o mundo.

Existem milhares, milhões de fotografias a serem apresentadas diariamente em diversos canais digitais e analógicos por todo o mundo. A fotografia é cada vez mais um recurso universal e ao alcance de todos. Cada imagem é uma visão individual de como cada um vê o mundo pela mão dos seus olhos. Podemos então desta forma, assumir e concluir que são as reações à TUA maneira de ver o mundo e de te apresentares ao mundo, pela via de uma imagem, que irá definir se essa mesma imagem é, ou não de facto, uma fotografia profissional. 🙂

 

Bom, espero que tenhas gostado. Usa a caixa de comentários para comentar, sugerir ou criticar! 🙏

Não te esqueças, subscreve aqui a minha a newsletter para não perderes os próximos artigos!

Até já,
Jorge

 

 

 

 

 

 

 

 

15 Janeiro, 2021 0 Comments

Photopea: Um “Photoshop” online e gratuito

Fazendo uma pequena nota introdutória, vou começar por explicar deixando claro que, para fazer ou apresentar uma boa fotografia, o software ou programa de edição não é prioritário neste processo. Para que o resultado de uma fotografia seja alcançado, a fotografia no essencial deve transmitir uma mensagem ou contar uma história. E para isso necessitamos de 3 variáveis:

  1. A Luz
    • A Luz é parte crucial no processo da fotografia. É com a Luz que se desenvolvem as sensações e a atmosfera da fotografia.
  2. O Objecto
    • O Objecto, relaciona o que vemos com o ambiente envolvente.
  3. A Composição
    • É na composição que estruturamos a fotografia de forma a que uma história seja então apresentada.

Se dominares estes três conceitos, ficas mais próximo de alcançares fotografias que acima de tudo transmitam emoções. No entanto, nesta nota introdutória e de fotografia falando, esta é apenas uma abordagem superficial. Fotografia é muito mais. Junta a simplicidade à tua criatividade e o céu é o limite.

Photopea: Um “Photoshop” online e gratuito

Indo agora de encontro ao que do artigo se trata, vamos então falar do projeto Photopea.

O Photopea é basicamente um serviço online gratuito que tem as ferramentas básicas, mas também, algumas ferramentas mais avançadas que podemos encontrar no Adobe Photoshop. Aliás a interface deste serviço do Photopea é em tudo muito idêntica com a do Adobe Photoshop.

Para usar este serviço não necessitas de fazer qualquer download ou registo. Fantástico mesmo, é juntarmos a tudo isto o facto de podermos usar qualquer tipo de extensões de ficheiros, como .psd, .jpg, .png ou mesmo RAW. É claro que não é tão poderoso como o Photoshop, mas com o Photopea podes realizar imensos tipos de edições com a vantagem de não teres de instalar nada no teu computador. Com o Photopea tens à disposição de vários tipos de filtros, que te permitem dar um toque pessoal nas tuas imagens, assim como o recurso às camadas que estão presentes no Photoshop.

Características principais

  • As imagens são gravadas em RGB de 8 bits.
  • Funciona PC e Laptop (Navegador Web), mas também existe aplicação para tablet e smartphones.
  • Multi-OS, ou seja funciona em Mac, Windows e Linux.
  • Podes trabalhar com estes tipos de ficheiros de imagem. PSD, JPG, PNG, Sketch, RAW, PDF, XCF, SVG, TIFF, GIF, TGA etc.

Ferramentas principais

  • Edição com recurso a camadas;
  • Edição com recurso a máscaras e Smart Objects;
  • Seleções e transformações por camadas;
  • Borrachas, recurso básico e inteligentes;
  • Introdução de Texto;
  • Edição de vectores;
  • Recurso a scripts e guias;
  • Slices;
  • Animações;
  • Ajustes de cores (brilho, contraste, saturação, etc.);
  • Possibilidade de uso de filtros.
  • Etc…

 

Se te interessas por este tipo de programas de edição de imagem podes e deves começar já a usar o Photopea. É gratuito, é online e tem muito provavelmente tudo o que necessitas para o teu dia a dia e para a concretização dos teus projetos, desde que claro, o nível de complexidade não seja enormemente exagerado.

Experimenta deixa o teu comentário. Não te esqueças, subscreve aqui a minha a newsletter para não perderes os próximos artigos! 🙏