Nenhum produto no carrinho.

Nenhum produto no carrinho.

27 Julho, 2018 0 Comments

O maior eclipse total da Lua do século XXI

Hoje, sexta-feira a Lua vai estar mergulhada na sombra da Terra.

Em Portugal apenas iremos “apanhar” o fenómeno a meio porque a Lua nasce numa altura em que já está a decorrer a totalidade do eclipse. A Lua nasce hoje às 20h47 e o meio do eclipse irá ocorrer pelas 21h22. Durante o eclipse, a Lua ficará com uma tonalidade vermelha.
O eclipse lunar total, terá uma duração de cerca de uma hora e 45 minutos. Irá ser um bom dia para os entusiastas da fotografia em que o céu “apenas” tem de estar limpo e a linha de horizonte, a nascente, desimpedida, sem árvores ou prédios. O ideal será estar num local com pouca presença de luz artificial.

Por definição, o eclipse lunar é um fenómeno astronómico que ocorre sempre que a Terra fica entre o Sol e a Lua, exactamente na linha de intersecção da sua órbita com a da Lua, a chamada “linha dos nodos” e sempre que a Lua está na fase cheia. Quando esta situação ocorre, a Lua entra na chamada zona de “umbra” (ou sombra), ou “penumbra” da Terra e fica totalmente ou parcialmente invisível durante algum tempo.

Por norma, ocorrem dois eclipses do Sol e da Lua por ano. Em 2018, já houve um primeiro eclipse total da Lua a 31 de janeiro, mas não foi visível por cá. Esta sexta-feira será o maior eclipse que iremos poder assistir até 2100 em termos de duração.

Boas observações e fotografias!

 

 

8 Novembro, 2017 0 Comments

O tamanho da Lua no Horizonte

A Lua cheia foi há alguns dias, no dia 4 de novembro mais precisamente. No rescaldo de mais uma Lua Cheia, quantos de nós já paramos e observámos um nascer da Lua? Uma Lua que aparece enorme, pronta a ser apreciada e contemplada e que depois à medida que vai subindo no horizonte vai ficando mais pequena? Será que é mesmo assim ?

Poderia-se supor que os raios vindos da Lua junto ao horizonte ao percorrer um caminho mais longo, poderia provocar refracções que levariam a crer que parecesse maior. Mas isso não explica a Lua ser ou parecer maior. Se medirmos o tamanho da Lua com os instrumentos certos e precisos, iremos ver que o seu diâmetro não é maior quando está no horizonte. Mais, o oposto iria suceder pois qualquer objecto será sempre maior quanto mais próximo estiver de nós e quanto mais acima do horizonte estiver.

Então como se explica? Ilusão de Óptica.

Exactamente, este efeito não é óptico mas sim cerebral. É o cérebro humano que cria a “imagem fictícia” de uma lua enorme, não constituindo uma vulgar ilusão de óptica. Somos levados a pensar que a Lua está mais longe quando ela está no horizonte e assim ela parece maior para nós. Esta situação é conhecida como a Ilusão de Ponzo, em homenagem ao psicólogo italiano Mario Ponzo.

Nesta imagem, criada por Ponzo em 1913, verificamos in loco esta ilusão de óptica. Ponzo ao desenhar duas linhas verticais convergentes e outras duas linhas, estas horizontais, uma na parte superior cruzando as primeiras e outra na parte inferior, parece que a linha horizontal de cima é maior. De facto não acontece. Ambas as linhas horizontais têm o mesmo tamanho.

Isto acontece porque o nosso cérebro interpreta as linhas convergentes como linhas paralelas. Conclui-se então, que a Lua tem sempre o mesmo tamanho.

 

 

C3WKCH Large Asteroid closing in on Earth
19 Dezembro, 2015 0 Comments

Natal com visita de Asteróide

Para quem segue com alguma curiosidade assuntos que tenham a ver com astronomia como é o meu caso, fica a informação que nas vésperas deste Natal, dia 24, irá surgir nos céus um Asteróide a cerca de 11 milhões de quilómetros da Terra, visível no entanto apenas com recurso a um telescópio.

O 2003 SD220, nome do Asteróide irá passar a uma distância 28 vezes superior à que nos separa da Lua, mas que em termos astronómicos, é já considerado próximo. Nestes fenómenos surge sempre muita contra informação e especulação como a de que o Asteróide podia provocar tremores de terra e “acordar” alguns vulcões à sua passagem, obviamente tudo sem qualquer fundamento.

Outro facto curioso, é a de que a lua cheia vai coincidir com a noite de Natal, algo que não sucedia há perto de 40 anos. A próxima vez que voltar a suceder será apenas daqui a quase 20 anos, por isso vamos esperar que o céu esteja limpo para tirar uma fotografia a este raro momento. Dizer apenas ainda que a Lua Cheia de dezembro é também conhecida por “lua fria” ou “lua das noites longas”.

 

28 Setembro, 2015 0 Comments

Eclipse da Lua 2015 em Portugal

No dia de ontem, o céu noturno presenteou-nos com um dos mais belos “fenómenos”, um eclipse total da Lua. Este Eclipse total da Lua foi visível na Europa, incluindo Portugal, bem como em África Ocidental, América do Sul e Central e leste da América do Norte. Já tinha neste ano de 2015 existido um eclipse total da Lua, em abril, mas não foi visível em Portugal.

Os eclipses da Lua ocorrem sempre que o Sol, a Terra e a Lua se encontram próximos ou em perfeito alinhamento, com a Terra a estar entre o Sol e a Lua. Na animação pode-se ter uma leitura mais fácil do “evento”.

Animação Eclipse da Lua

Eclipe da Lua 2015

Nesta noite tive a oportunidade de fazer alguns registos fotográficos, apesar das condições atmosféricas não serem as mais indicadas, alguma neblina entre a objetiva e a Lua, no entanto deixo-vos com estas duas imagens. Espero que gostem.