Nenhum produto no carrinho.

Nenhum produto no carrinho.

16 Abril, 2020 0 Comments

A DGS ajuda a lidar com o isolamento em contexto familiar

Manual para Famílias

Como lidar com o isolamento
em contexto familiar

 

Esta tarde (16/04/2020), a Direção-Geral da Saúde (DGS) lançou um Manual para Famílias, com o objetivo de ajudar a lidar com o isolamento e o distanciamento em contexto familiar.

“O isolamento e o distanciamento são medidas de afastamento social essenciais e pretendem proteger a população, quebrando a cadeia de transmissão do vírus entre pessoas.”

 

TÓPICOS QUE ENCONTRAMOS NESTE MANUAL

  • Lidar com a vida em família
  • Lidar com emoções
  • Lidar com o stresse covid-19
  • Lidar com a separação
  • Lidar com as rotinas
  • Lidar com a ansiedade nos jovens
  • Lidar com regras e limites
  • Lidar com o isolamento
  • Lidar com a segurança online

DESCARREGUE AQUI O MANUAL

 

14 Abril, 2020 0 Comments

Educação – Manual de Primeiros Socorros

 

Como nota prévia, realço que esta matéria não é de todo a “minha praia”.  No entanto e dado o “alerta” num outro artigo, resolvi dar um pouco do meu contributo, não entrando como deverão compreender, em domínios mais técnicos.

 

Mas, porque saber primeiros socorros?

Um dos principais argumentos que encontro é muito simples. Nada mais vale, do que a própria vida. Depois,  aprender técnicas do suporte básico à vida, para muitos será desagradável pelo simples facto de entrarmos em contacto com O sofrimento, embora indiretamente. Por isso mesmo, parece-me que será importante haver uma preparação e não apenas nos mais novos. Todos nós devíamos, com alguma frequência, ser educados nesta temática dos primeiros socorros. Quer por via laboral, ensino ou ações de formação nas nossas comunidades locais.

 

Manual de Primeiros Socorros

Depois de algumas pesquisas, e também de alguma descoberta percebi que existe um Manual de Primeiros Socorros em concreto para Situações de Urgência nas Escolas, Jardins de Infância e Campos de Férias. Este manual é da Direção-Geral de Inovação e de Desenvolvimento Curricular, responsável pela criação dos instrumentos normativos, pedagógicos e didáticos necessários para que as escolas e professores desempenhem eficazmente a sua função e é uma entidade da Direção-Geral da Educação.

 

Aconselho vivamente a que explorem todos os links que partilho neste artigo. Espero que o mesmo, tenha ido ao encontro de algumas das vossas preocupações. Até breve!

 

Acede aqui ao Manual de Primeiros Socorros

Acede aqui ao site da Direção-Geral da Educação

A ABORDAGEM DOS PRIMEIROS SOCORROS NO 1.º CICLO DO ENSINO BÁSICO:DIÁRIO DE UMA PROFESSORA-ESTAGIÁRIA
Inês Vaz Rodrigues Vilhena da Costa

 

 

13 Abril, 2020 0 Comments

Porque devem as crianças aprender Programação nas Escolas?

 

Constituição Portuguesa, no seu artigo 74, ponto nº 1: “Todos têm direito ao ensino com garantia do direito à igualdade de oportunidades de acesso e êxito escolar”

 

Vamos então à primeira grande questão.
O que é Programação ?

Na sua forma mais simples, programação, é criar instruções ou códigos para que um computador faça algo através de comandos passo a passo. O objetivo destes códigos de programação permite ao computador compreender e executar esse código, alcançando-se assim um determinado resultado.

E para que é a programação utilizada?

A programação é usada para que as Apps funcionem nos smartphones, para que os jogos funcionem quer nas consolas de jogos, quer nos computadores. A programação fornece na sua maioria tudo aquilo com que os nossos filhos interagem quer por meio de laptops, sites, quer mídias sociais ou redes sociais.

É preciso não esquecer que os computadores são inteligentes, mas sem código, os computadores ficam sem vida. É o código de programação que dá vida a tudo e o computador é, simplesmente um seguidor de regras obediente.

Quais os benefícios da programação?

Quando introduzimos a programação nas crianças, elas ficam fascinadas porque é-lhes apresentada a forma como a tecnologia realmente funciona. Tal como aprender ciências da natureza, era assim que se chamava a disciplina nos meus tempos de escola, é importante que as crianças entendam os elementos básicos de uma parte integrante das suas vidas. Precisam de entender que o que acontece quando usam a tecnologia não é mágico, e elas mesmo, podem criar programas que podem ser úteis.
Mas saber o que acontece dentro do capot da tecnologia moderna é apenas um dos benefícios de as crianças aprenderem a programar. Muitos outros benefícios estão relacionados em aprender, a pensar e em desenvolver skills necessários para o futuro.

Benefícios de programar em criança:

  • Programar melhora as capacidades competitivas;
  • Permite um maior conhecimento e entendimento do mundo que os rodeia;
  • Programar pode ser bastante divertido;
  • Melhora a criatividade;
  • Melhora a capacidade de resolução de problemas;
  • Melhora a capacidade de persistência;
  • Melhora a capacidade colaborativa;
  • Melhora a capacidade comunicacional;
  • Melhora a Matemática;
  • Permite aprender pensamento algorítmico e estrutural.

Programador é uma profissão muito requisitada e será cada vez mais no futuro.

Qual a melhor idade para começar ?

Tal como aprender um novo idioma, assim é igual a aprender a sintaxe da programação. Esta exposição precoce moldará a forma de pensar e tornará este pensamento computacional numa segunda língua, por assim dizer. Portanto podemos afirmar que a melhor idade para se iniciar na programação será a partir dos 7 ou 8 anos.

Iniciar a programação…

Cada vez existem mais brinquedos e mais complexos que permitem o uso, não só da introdução da programação, como também um uso mais complexo e abrangente. Esta é sem dúvida uma excelente forma para uma iniciação.
Outra forma será o recurso a softwares educacionais para o efeito, como o Scratch 3.0 ou então o blockly.

Ensino nas escolas?

Tal como Bill Gates afirma: “Aprender a escrever programas cria elasticidade mental e ajuda a  formar um melhor pensamento. Cria então uma nova forma de pensar sobre coisas úteis em todos os domínios.”

O ensino da programação já chegou às escolas em Portugal. Implementado no ano letivo de 2015/2016 em escolas do primeiro ciclo do Fundão, com o intuito de dar aos alunos ferramentas de futuro, os dados têm sido bastante positivos e apontam para uma melhoria do raciocínio lógico até 7% e das competências em matemática até 17%.
Fonte: Jornal do Fundão

Nos tempos que passamos, haverá no sistema de ensino com toda a certeza, um antes e pós Covid-19. Seria certamente o tempo ideal pensar e repensar que ensino e forma de ensino queremos para o nosso futuro coletivo. Em meu entender, tal como a introdução da disciplina do Inglês no primeiro ciclo, penso que haveria espaço também para a introdução de uma disciplina de Introdução à Programação. Uma medida neste sentido, talvez já venha com alguns anos de atraso. Mas, vale mais tarde…

Fundão não pode ser exceção, terá de ser a regra!

 

Pensam apresentar aos vossos filhos, esta nova linguagem ?
Vão vocês próprios, pais, experimentar ?

 

Por e-mail, através da caixa de comentários, Redes Sociais, digam-me de vossa justiça o que pensam em relação a tudo o que foi mencionado neste artigo.
Se gostaram, partilhem nas vossas redes sociais, para que se alcance mais pessoas, professores, pais e alunos.


Um forte abraço e saúde para todos!

 

 

0
Your Cart
  • No products in the cart.