Nenhum produto no carrinho.

Nenhum produto no carrinho.

2 Dezembro, 2018 0 Comments

Viagem a bordo da Estação Espacial Internacional 4K (ISS)

Prepare-se para uma viagem a bordo da Estação Espacial Internacional de hora e meia, com uma qualidade que os seus olhos não irão descolar do ecrã. Isso mesmo, uma viagem sem fronteiras, sem filtros e que o levará além da imaginação.

Curiosidade: A Estação Espacial Internacional move-se a mais de 28 mil km/h e a uma altitude superior a 400 km. Demora cerca de 90 minutos a dar uma volta à Terra, o que permite aos astronautas assistirem todos os dias ao nascer e ao pôr-do-sol 16 vezes.


 

28 Outubro, 2018 0 Comments

Trocar o Google pelo DuckDuckGo

Tem aquela sensação de que certos anúncios o perseguem à medida que navega na internet ? Isso pode parar e para isso basta começar a usar o duckduckgo.com

O maior motivo para abdicar do poder do Google, é passar a usar um motor de busca como o DuckDuckGo, pois a privacidade é inquestionável. Desde que o projeto Prism foi revelado e com a crescente preocupação com a forma com que nossos dados são usados para segmentar anúncios na Internet, o interesse por alternativas mais transparentes aumentou de forma significativa.

Desde já esclareço que: o DuckDuckGo tem publicidade e ela aparece nos resultados mais ou menos como no Google, Bing e outros browsers tradicionais. A diferença está nos anúncios que são seleccionados de acordo com a palavra-chave usada na pesquisa, e só. O Google usa isso e mais uma série de sinais, como o histórico de pesquisas, da navegação e muito importante da geolocalização a fim de exibir anúncios e resultados mais segmentados. Dando um exemplo, se pesquisar por “restaurante” este dá resultados de alcance “nacional”. Como não sabe onde moramos e não tem um histórico de restaurantes próximos pesquisados, vai devolver uma lista dos endereços mais populares derivados apenas da palavra-chave pesquisada. Mas é possível alterar. Se pretendermos pesquisar algo pelo Google, mas a partir do DuckDuckGo, basta colocar um !google antes da consulta. Um vídeo directo na pesquisa do YouTube? Basta inserir !youtube . O mesmo exemplo para !facebook, ou !twitter por exemplo.

Há uma perda na qualidade dos resultados no DuckDuckGo ? Sim. É o dilema da privacidade vs. comodidade. No entanto aconselho a experimentar. Duckduckgo!!

 

 

6 Outubro, 2018 0 Comments

A evolução por meio de seleção natural

Em Setembro e até Novembro são o momento mais assertivo para observar o comportamento dos veados em estado selvagem, pois coincide com a sua época de acasalamento, o Brama.

Para mim, o tempo nem tem sido muito neste ano de 2018. É nesta altura do ano que os veados procuram constituir haréns e defendê-los dos restantes machos. As incursões têm sido poucas, no entanto em tempo de Brama na Serra da Lousã, já pude verificar baixas. Na imagem um veado em algum estado de decomposição, muito provavelmente ferido após lutas com outro ou outros machos a fim de fixar território para acasalamento.

Ora este, apesar de triste, é também parte de um processo proposto por Charles Darwin, ou seja A teoria da evolução por seleção natural.

O conceito básico de seleção natural é que características favoráveis que são hereditárias tornam-se mais comuns em gerações sucessivas de uma população de organismos que se reproduzem, e que características desfavoráveis que são hereditárias tornam-se menos comuns. A seleção natural age no fenótipo, ou nas características observáveis de um organismo, de tal forma que indivíduos com fenótipos favoráveis têm mais chances de sobreviver e se reproduzir do que aqueles com fenótipos menos favoráveis. Gradativamente, desenvolveu-se a ideia de pluralidade de espécies existentes sendo obtido a partir do processo evolutivo, onde a seleção natural priorizava algumas variações intraespecífica por meio da luta por sobrevivência do mais apto.
in wikipédia

A fim de também haver um “controlo de populações”, o ICNF (Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas), um organismo em minha opinião totalmente obsoleto, autoriza que estes animais sejam “caçados” pelos hUMANOS sem qualquer tipo de regra, em qualquer altura do ano, regendo-se apenas o fator sorte/azar. Não interessa a Selecção Natural, não há qualquer estudo sobre as populações e o tipo de populações nas áreas de caça a uma atividade que chamam de cinegética.
Ensinamos os nossos jovens a fazer os TPC’s, mas os nossos institutos passam facilmente por cima deste conceito básico. Sou capaz de afirmar que é mais fácil obter uma licença para uma caçada deste tipo do que para uma prova federada de atletismo ou motociclismo para o mesmo território.

Apenas para terminar.
Espero continuar a ser seguro andar pela Serra da Lousã, sem ouvir tiros de uma qualquer carabina ao perto, já que também aqui a sinalização sobre estas atividades licenciadas são… nulas.

 

27 Julho, 2018 0 Comments

O maior eclipse total da Lua do século XXI

Hoje, sexta-feira a Lua vai estar mergulhada na sombra da Terra.

Em Portugal apenas iremos “apanhar” o fenómeno a meio porque a Lua nasce numa altura em que já está a decorrer a totalidade do eclipse. A Lua nasce hoje às 20h47 e o meio do eclipse irá ocorrer pelas 21h22. Durante o eclipse, a Lua ficará com uma tonalidade vermelha.
O eclipse lunar total, terá uma duração de cerca de uma hora e 45 minutos. Irá ser um bom dia para os entusiastas da fotografia em que o céu “apenas” tem de estar limpo e a linha de horizonte, a nascente, desimpedida, sem árvores ou prédios. O ideal será estar num local com pouca presença de luz artificial.

Por definição, o eclipse lunar é um fenómeno astronómico que ocorre sempre que a Terra fica entre o Sol e a Lua, exactamente na linha de intersecção da sua órbita com a da Lua, a chamada “linha dos nodos” e sempre que a Lua está na fase cheia. Quando esta situação ocorre, a Lua entra na chamada zona de “umbra” (ou sombra), ou “penumbra” da Terra e fica totalmente ou parcialmente invisível durante algum tempo.

Por norma, ocorrem dois eclipses do Sol e da Lua por ano. Em 2018, já houve um primeiro eclipse total da Lua a 31 de janeiro, mas não foi visível por cá. Esta sexta-feira será o maior eclipse que iremos poder assistir até 2100 em termos de duração.

Boas observações e fotografias!

 

 

17 Junho, 2018 0 Comments

UM ANO DEPOIS no “Pinhal” Interior…

UM ANO DEPOIS no “Pinhal” Interior…
Imputaram-se mais encargos e responsabilidades aos proprietários que pouco ou nada conseguem rentabilizar das suas terras, a não ser continuar a alimentar as celuloses que têm uma importância bem acima do desejável.
Assim, a paisagem verde dará cada vez mais ao azul de eucalipto, como já todos podemos observar no terreno.

Cada vez mais me convenço que a tão falada Gestão da Floresta e Ordenamento Florestal, deverá ser feita com recurso à Régua, ao Esquadro e ao Compasso, com próprio Estado a definir a Floresta e os Recursos Florestais e a PAGAR a mesma. Pensar e executar uma Floresta a pensar nos nossos netos.
O Estado que durante décadas FALHOU, descurou a Floresta e não regulou, TEM OBRIGAÇÃO de emendar a mão !

QUE O FUTURO SEJA MAIS VERDE, SUSTENTÁVEL E SE INVERTA O DESPOVOAMENTO DE TODO O INTERIOR.
17-06-

 

16 Novembro, 2017 0 Comments

Dark Site Finder

Dark Site Finder é uma ferramenta bastante interessante onde basicamente é-nos dada a informação da luminosidade de um determinado local em qualquer parte do mundo com recurso a uma “régua de cores”. Diria mais, é uma ferramenta “tens de ter” para quem gosta de observar o céu, quer seja amador quer profissional.

Abrir Galeria de Imagens

Todos nós já olhámos para um céu estrelado à noite. Mas quantos de nós já olhámos um céu sem qualquer tipo de poluição luminosa? Num local onde não há qualquer poluição luminosa, apenas a olho nu conseguimos ver com muito mais noção as milhares de estrelas, meteoros, luz zodiacal, satélites, a via láctea, nebulosas e ocasionalmente auroras e cometas.

Quanto a Portugal, infelizmente são mesmo muito poucos os locais que nos permitem fazer observações excepcionais do céu, mas há alguns locais como no Alentejo. Falo do sobejamente conhecido Dark Sky Alqueva. Uma verdadeira região demarcada de céu escuro onde estão abrangidos os concelhos de Portel, Alandroal, Reguengos de Monsaraz, Moura, Mourão e Barrancos, bastando afastar-nos cerca de duas dezenas de quilómetros destes centros urbanos.

Rota Dark Sky Alqueva

Para terminar, além de desejar umas boas observações nocturnas, acrescento ainda uma outra ligação para uma imagem de 2010 onde é possível ver o impacto da poluição luminosa em Portugal, na Europa e no mundo.
https://blue-marble.de/nightlights/2010%c2%a0

 

 

8 Novembro, 2017 0 Comments

O tamanho da Lua no Horizonte

A Lua cheia foi há alguns dias, no dia 4 de novembro mais precisamente. No rescaldo de mais uma Lua Cheia, quantos de nós já paramos e observámos um nascer da Lua? Uma Lua que aparece enorme, pronta a ser apreciada e contemplada e que depois à medida que vai subindo no horizonte vai ficando mais pequena? Será que é mesmo assim ?

Poderia-se supor que os raios vindos da Lua junto ao horizonte ao percorrer um caminho mais longo, poderia provocar refracções que levariam a crer que parecesse maior. Mas isso não explica a Lua ser ou parecer maior. Se medirmos o tamanho da Lua com os instrumentos certos e precisos, iremos ver que o seu diâmetro não é maior quando está no horizonte. Mais, o oposto iria suceder pois qualquer objecto será sempre maior quanto mais próximo estiver de nós e quanto mais acima do horizonte estiver.

Então como se explica? Ilusão de Óptica.

Exactamente, este efeito não é óptico mas sim cerebral. É o cérebro humano que cria a “imagem fictícia” de uma lua enorme, não constituindo uma vulgar ilusão de óptica. Somos levados a pensar que a Lua está mais longe quando ela está no horizonte e assim ela parece maior para nós. Esta situação é conhecida como a Ilusão de Ponzo, em homenagem ao psicólogo italiano Mario Ponzo.

Nesta imagem, criada por Ponzo em 1913, verificamos in loco esta ilusão de óptica. Ponzo ao desenhar duas linhas verticais convergentes e outras duas linhas, estas horizontais, uma na parte superior cruzando as primeiras e outra na parte inferior, parece que a linha horizontal de cima é maior. De facto não acontece. Ambas as linhas horizontais têm o mesmo tamanho.

Isto acontece porque o nosso cérebro interpreta as linhas convergentes como linhas paralelas. Conclui-se então, que a Lua tem sempre o mesmo tamanho.

 

 

6 Novembro, 2017 0 Comments

O que são as Hashtags ?

As Hashtags são uma ferramenta essencial para que determinado conteúdo chegue ao seu destino. No entanto, não funcionam de igual forma nas diversas redes sociais e a sua eficácia em cada uma delas também diverge com alguma relevância. Uma hashtag é representada pelo símbolo # e acaba por ser uma etiqueta usada para fazer menção a determinados assuntos, pessoas, locais, eventos, etc. Ou seja, quando se coloca uma palavra antecedida de um cardinal numa rede social, esse conteúdo é transformado num link. É então direccionada a pesquisa para todos os conteúdos existentes naquela rede social, marcadas com aquela Hashtag específica.

Se pretendermos fazer um bom uso das hashtags, temos de as escrever de forma a que façam sentido para nós e acima de tudo para quem pretende encontrar conteúdo sobre a mesma temática que a nossa.

Como exemplos de uma boa hashtag temos:
#marketing
#fotografia
#paisagem
#política
#Ronaldo

Como um mau exemplo temos:
#o #que #são #hashtags #e #qual #o #seu #uso #nas #redes #sociais?

Um uso das hashtags como a do exemplo anterior, ou seja de uma forma completamente aleatória, provavelmente irá prejudicar a imagem de quem lhes faz este tipo de uso. Acaba assim também por não surtir qualquer efeito na utilização desta ferramenta. É muito importante que as hashtags estejam ligadas de alguma maneira com o tópico das publicações que criamos.

Pessoalmente recomendo apenas o uso das hashtags nas Redes Sociais Twitter, Youtube e no Instagram com um uso ainda mais intensivo, explorando ao máximo todas as potencialidades deste recurso. No Facebook os resultados são de uma enorme falta de consistência e aplicabilidade, não recomendo utilizar.

Uma hashtag pode ter uma importância e relevo enormes para o sucesso de uma estratégia publicitária. A “simples” utilização de uma hashtag anexa na criação de uma marca, produto ou serviço, poderá ser a cereja no topo de um bolo.

#hashtags #marketing #redessociais #internet

 

 

 

 

3 Novembro, 2017 0 Comments

Aconteceu, neste dia …

Aconteceu, neste dia…
Aproximava-se a hora de almoço deste mesmo dia 3 de novembro de 2007 quando se iniciou um incêndio ao fundo do Cabeço do Pião, na Serra do Ameal em Castanheira de Pera.

Estamos hoje exactamente a um redondo 10. A 10 anos de distância…


DESTE MOMENTO.


Um singelo abraço Gonçalo… Assa!

3 de novembro de 2007 – Gonçalo Conceição (Assa)

 

2 Novembro, 2017 0 Comments

Moinhos de Gavinhos

Foi num final de tarde de outubro, uns dias antes de a “sacana” da hora mudar para o horário de inverno que em família, e aqui a máquina fotográfica faz parte do núcleo familiar pois claro, fomos ao encontro destes moinhos que tínhamos até então apenas ouvido falar.


Estes moinhos, os Moinhos de Gavinhos, que outrora moeram milho, trigo e centeio que durante décadas alimentaram aquelas aldeias do concelho de Penacova, estão pareceu-me, um pouco abandonados, diria mais, desmazelados. É na Serra de Gavinhos que no total contabilizei 14 moinhos de vento. Numa pequena pesquisa já depois da visita, constatei que apenas 3 funcionam.

Esta localização geográfica, a uma altitude considerável com a natural existência de ventos, propiciaram a instalação destes moinhos e a sustentabilidade de uma economia essencialmente agrícola, que privilegiava o cultivo da vinha, da oliveira e de cereais.
Junto aos mesmos encontra-se também uma Imagem do Imaculado Coração de Maria, numa plataforma com cerca de cinco metros de altura, virada para a aldeia de Gavinhos. Quem passar nesta zona do País pelo IP3 junto à saída de Figueira de Lorvão em Penacova e tiver uma meia tarde pela frente, penso que vale a pena o desvio. Uma pena que no IP3 não haja indicações para este local, julgo que valeria a pena esta sinalização junto deste itinerário principal.

Para terminar e antes de nos virmos embora, o encontro com três cães meio assustados que vagueavam pela zona. Não percebi se teriam dono, espero que sim. Deixo algumas fotos do local… Forte abraço!

Vista sobre o IP3 e Penacova

Imagem do Imaculado Coração de Maria

Imagem do Imaculado Coração de Maria

Moinho com vista para Gavinhos

Cães Moinhos

Moinho